Voluntariado Missionário da Consolata cresce em 2017
22/04/2017
Cresce de ano para ano o número de jovens que manifestam o desejo de uma experiência missionária na África. 2017 não é diferente. São 36 jovens que se prepararam no Porto e em Lisboa para partir em Missão

Cresce de ano para ano o número de jovens que manifestam o desejo de realizar uma experiência missionária na África. Este ano não é diferente.

O Voluntariado Missionário da Consolata 2017 está e marcha. São 36 os jovens voluntários que estão em preparação. E já estão definidos os locais para onde ir em Missão no próximo verão.
 
Padre Bernard Obiero, coordenador nacional do Voluntariado Missionário, informa que há quatro grupos constituídos no Porto e em Lisboa. Dois grupos vão para Moçambique: Nova-Mambone e Massangulo. São 12 jovens que vão ser acompanhados pelos padres Geoffrey Menya e João Batista, um em cada missão.
 
Para Kiwanga e Kapeeka, no Uganda, vão os outros dois grupos. O Padre Thomas Mushi acompanha o grupo que vai para Kiwanga. Joana Peixoto – jovem que já esteve um ano em Moçambique – segue para Kapeeka com outro grupo de jovens.

No momento presente os jovens continuam os encontros de formação e preparação para partir em Missão, mas desenvolvem também ações de angariação de fundos para ajudar a financiar os projetos missionários de cada um dos grupos.

Todos os grupos partem no final de julho ou início de agosto, e farão uma experiência de um mês nas missões ligadas aos Missionários da Consolata.

Na Fátima Missionária online podem ler-se testemunhos deste jovens que ali vão sendo publicados.