Voluntariado Missionário da Consolata
11/11/2016
Lisboa dá inicio à formação do Voluntariado Missionário da Consolata 2016/17 com 17 participantes

Foram dezassete os novos voluntários que compareceram esta quinta-feira, 10 de novembro, pelas 20h30, à sessão de apresentação do projeto de Voluntariado Missionário 2016/17, que teve lugar na casa Provincial dos Missionários da Consolata em Lisboa.

A este número há que somar, de momento, mais quarto, que justificaram a ausência. Além do Pe Bernard, coordenador nacional do Voluntariado Missionário, e que orientou a sessão, esteve também presente o Pe Ermanno, que lhes falou sobre quem são e o que fazem os Missionários da Consolata e quem foi o seu fundador, o Beato José Allamano.

Da equipa que vai acompanhar a formação destes novos voluntários fazem parte, além dos padres, duas jovens voluntárias que já realizaram experiências missionarias além-fronteiras e que agora se disponibilizam para ajudar, acompanhando todo o processo. É caso da Leiga Missionária da Consolata, Carina Brito, que esteve em Moçambique. Outros jovens que já fizeram experiências além-fronteiras nos últimos anos disponibilizaram-se também para participar em algumas atividades do novo grupo, dando os seus testemunhos e ajudando nas atividades de angariação de fundos. 

Nesta sessão de esclarecimento houve uma apresentação geral da equipa e dos novos voluntários, falou-se sobre o que é isso do Voluntariado Missionário; viram-se dois vídeos de experiencias missionárias recentes, e responderam-se a algumas dúvidas dos participantes sobre esta experiência missionária que - explicou o Pe Bernard - pode ser “de curta ou de longa duração”. Ao terminar o encontro cada um preencheu uma ficha de inscrição.

O grupo, que se mostrou curioso e entusiasta, inclui um espanhol que estuda a trabalha em Lisboa, onde reside há dois anos, já fez voluntariado na Guatemala e agora quer fazer também em África.

Outros jovens se poderão juntar pois o grupo ainda está em aberto até final de Dezembro.

Nos últimos 3 anos, os Missionários da Consolata já ajudaram mais de 60 jovens a realizar o sonho do voluntariado missionário.

Albino Brás