Milhares esperados em Fátima na peregrinação anual da Família Consolata
14/02/2019
Nos 75 anos de presença em Portugal, a 29ª Peregrinação da Família Consolata a Fátima, espera juntar este sábado, 16 de fevereiro, na Cova da Iria, milhares de peregrinos vindos de todo o país

“De norte a sul do país são esperados em Fátima mais de 80 autocarros”, revela o padre Simão Pedro, responsável do Secretariado para a Missão (SPM) dos Missionários da Consolata em Portugal (IMC), e coordenador da vasta equipa que prepara há meses esta 29ª Peregrinação nacional da Família Consolata a Fátima.  “E sem contar os que vêm por conta própria”, acrescenta, manifestando entusiasmo por este ser um ano especial, ao assinalar-se o ano jubilar dos 75 anos de fundação da Consolata em Portugal, e em pleno Ano Missionário.  

Realizada todos os anos em honra do beato José Allamano (cuja festa é celebrada na liturgia a 16 de fevereiro), fundador dos Missionários e das Missionárias da Consolata, a peregrinação deste ano é inspirada no lema do Ano Missionário: “Todos, tudo e sempre em missão”, que estamos a celebrar (outubro 2018 a outubro 2019), e vai contar com a presença de D. Manuel Linda, atual bispo do Porto e presidente da Comissão Episcopal Missão e Nova Evangelização. Ele irá presidir à Eucaristia de encerramento desta 29ª Peregrinação, na Basílica da Santíssima Trindade.

Símbolos do peregrino
Este ano, os romeiros podem contar com o já habitual Guião do Peregrino, que contém as orações, celebrações e cânticos da Peregrinação; recebem também um lenço preparado especialmente para a celebração do Ano Missionário e dos 75 anos da Consolata em Portugal; assim como um Opúsculo que contém um percurso histórico (com texto e fotos) das principais datas da caminhada destes 75 anos de missão do IMC em terras lusitanas.

Os peregrinos começam a chegar junto ao antigo Seminário dos Missionários da Consolata a partir das 09h30, estando a mensagem de boas vindas prevista para as 10h00. Depois da saudação, os fiéis partem para a via-sacra, nos Valinhos, que conclui, pelas 12h15, com um momento celebrativo no Calvário Húngaro. Segue-se um tempo para o almoço. A Eucaristia vai ter lugar na Basílica da Santíssima Trindade, pelas 15h30, terminando a peregrinação com a saudação e consagração a Nossa Senhora, por volta das 17h00, na Capelinha das Aparições.

Um destaque ainda para noite do dia anterior (sexta-feira, 15 ) à peregrinação nacional, ao estar prevista uma Vigília Juvenil, com início pelas 21h00, e que prevê a presença de 270 jovens, já inscritos.

Albino Brás