O ÚLTIMO "CHÁ COM ARTE" DA TEMPORADA
07/06/2016
Historiador Pedro Redol no Chá com Arte

Na passada segunda-feira, dia 6 de junho, realizou-se o último “Chá com Arte” desta temporada.

O evento, promovido pelo CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia e sua Liga de Amigos, começou em março do presente ano com grande sucesso,  e tem decorrido numa das salas da exposição permanente, onde após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, se têm realizado tertúlias com convidados especiais de reconhecido mérito do mundo das artes e cultura. Passaram pelo «Chá com Arte» o cantor/ator Rui Andrade, a atriz Marta Fernandes e o pintor Roberto Chichorro.

Para esta última noite foi convidado o historiador de arte PEDRO REDOLque partilhou, perante uma plateia lotada e interessada, o seu percurso de vida, curricular e perspetivas sobre o mundo das artes.

Natural de Tomar, viveu a partir dos quatro anos em Coimbra, fazendo aí a sua licenciatura em História – Variante de História da Arte. Partiu depois para a Batalha em 1987 como técnico superior do Mosteiro da Batalha, tendo interrompido estas funções para exercer as de diretor do Convento de Cristo, em Tomar, durante três anos.

Mais tarde assume a direção do Museu Nacional de Machado de Castro, em Coimbra, durante outros três anos. Regressa depois à Batalha, sendo diretor do Mosteiro, em regime de substituição, entre 2011 e 2013.

Pedro Redol revelou aos presentes o seu gosto pelo ensino, quer em cursos-livres em museus, centros de formação e associações, quer na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. 

É interessado pela arqueologia, química e sobretudo pela música. Confessou ser a música o seu sonho de criança para uma carreira. No entanto, não se desligou dela, trazendo para este “Chá com Arte” um projeto musical do qual faz parte, denominado Qvintvs dvs Infernvs”. Apresentaram três temas musicais durante os momentos de tertúlia que a todos encantou.

O programa foi transmitido em direto pela página de Facebook “Auren TV” que celebrou, nesse mesmo dia, o seu 2.º ano de existência, tendo o seu fundador José Alves oferecido um bolo de aniversário, cantando-se no final os “parabéns a você”.

O chá continuou a ser oferecido pela empresa “Aromas de Oureana” e os biscoitos pela “Doce Oureana”.

O início da segunda temporada está previsto para outubro do corrente ano.

 

Gonçalo Cardoso