Mensagem do Presidente da República Portuguesa ao novo bispo de Tete
13/05/2019
Mensagem de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa Marcelo Rebelo de Sousa, lida na cerimónia de Ordenação Episcopal do novo Bispo de Tete, Diamantino Antunes, no dia 12 de maio de 2019

Foi com grande alegria que soube da nomeação do Padre Diamantino Guapo Antunes, por Sua Santidade o Papa Francisco, para ser Bispo de Tete, em Moçambique. Uma alegria pela honra concedida pela primeira vez a um Missionário da Consolata português no mundo, facto que muito deverá orgulhar toda a equipa de missionários e o seu incansável trabalho junto da população moçambicana, há décadas. Alegria também pela força e esperança que esta decisão do Santo Padre certamente traz aos corações de todos os fiéis, num momento particularmente difícil que assola a província de Tete, mas também as de Sofala, Chimoio e Zambézia. E alegria, ainda, por saber que as famílias de Tete terão no novo Bispo Diamantino Antunes um Pastor abnegado, um amigo generoso, e um irmão na Fé, sempre próximo, sempre disponível. Assim tem sido o seu trabalho como Missionário em Moçambique desde 1992, assim seguramente continuará a ser esta nova Missão em Tete, redobrada em responsabilidade e redobrada em esperança.

Os portugueses não esquecem os seus irmãos moçambicanos, e por esta razão o Presidente da República de Portugal não podia deixar de se associar a todo o povo moçambicano, e ao povo de Tete em particular, neste dia tão importante para todos os crentes e não crentes – porque o trabalho de um Bispo Missionário chega a todos, independentemente das confissões religiosas que professam. Em nome de todos os portugueses, expresso a minha mais profunda convicção de que o novo Bispo de Tete, vindo de Portugal, irá representar em Tete e em Moçambique a esperança, a alegria e a confiança que todos os portugueses, sem excepção, desejam para os seus irmãos moçambicanos.

Marcelo Rebelo de Sousa
Presidente da República