Festa da Consolata motiva mensagem dos capitulares IMC
18/06/2017
Capitulares escrevem a propósito da Festa de Nossa Senhora Consolata, fazendo memória do caminho feito até agora no decorrer do XIII Capítulo Geral, e lançando um olhar de esperança para o futuro

Os missionários que participam no XIII Capítulo Geral (CG) do Instituto Missionário da Consolata (IMC), que decorre em Roma (22 de maio a 20 de junho), escrevem e enviam uma mensagem para todo o Instituto, a propósito da Festa de Nossa Senhora da Consolata - celebrada no calendário litúrgico a 20 de junho, mas que na maioria das comunidades missionárias se celebra neste domingo, 18 de junho.

Na mensagem, de duas páginas, que pode ser lida AQUI, os capitulares deixam-se iluminar por uma passagem dos Atos dos Apóstolos (Atos 1,12-14) que os inspira e ajuda a «contar a experiência vivida neste XIII Capítulo Geral e partilhá-la convosco na ocasião da Festa da Consolata, mãe de Jesus e nossa mãe».

E a narrativa é, de facto, contagiante, desde o momento em chegam e dão inicio ao CG, passando por todas as figuras que com eles foram partilhando palavras, gestos, e deixando desafios. Foi o caso do encontro com o Papa Francisco, no Vaticano. As palavras então pronunciadas pelo papa argentino marcaram-nos especialmente e delas fazem memória nesta mensagem que partilham com todos os missionários a Consolata: «“Não vos canseis de levar conforto às populações que muitas vezes estão marcadas por grande pobreza e agudo sofrimento… Deixai-vos continuamente provocar perlas realidades concretas com a quais entrais em contato e procurai oferecer em modos adequados o testemunho da caridade que o Espírito infunde nos vossos corações (cfr. Rm 5,5) ”, e imprimi “um novo impulso à animação missionária” requalificando “o estilo do vosso serviço missionário”», escrevem, citando o bispo de Roma.

«Queridos irmãos, Não estávamos sós naquela ‘sala de cima’ esperando o Espírito Santo. Além de Maria, do Beato Allamano, da Beata Irene Stefani e de todos os nossos coirmãos que “tornaram fecunda a história do nosso Instituto com o sacrifício da vida” (Papa Francisco a nós), estáveis vós também que com a oração nos sustivestes e encorajastes», escrevem os capitulares.

A mensagem, assinada pelos «vossos irmãos participantes ao XIII Capítulo Geral», termina com uma alusão direta à Festa da ‘Mãe’ Consolata e o desejo de colocar a missão no centro da vida missionária. «Na ocasião da próxima Festa da nossa Mãe Consolata, pedimos a todos que renovem o empenho de colocar a missão no coração da nossa vida, assim como o nosso Fundador nos convida a fazer também hoje: “empenhai-vos com todo o coração e com todas as forças na obra da evangelização. Foi para esse fim especial, para vos fazerdes santos, que escolhestes a via da missão” (José Allamano, Carta aos missionários do Quénia , 2 outubro 1910).»

Os missionários vão continuar reunidos nesta assembleia magna que decorre na Casa Geral do IMC, em Roma, até à próxima terça-feira, dia 20, data da festa litúrgica de Nossa Senhora da Consolata.

Participam neste XIII Capítulo Geral um total de 45 missionários: destes, 21 são africanos, 14 europeus e 8 latino americanos, representando 18 circunscrições. Portugal fez-se representar pelos padres Eugénio Butti, na qualidade de superior regional, e José Matias, votado pelos e do padre Matias, eleito pelos missionários da província portuguesa para os representar.

Albino Brás